O livro é passaporte, é bilhete de partida.
Bartolomeu Campos de Queirós

segunda-feira, 26 de março de 2012

Lúcia Hiratsuka

Aproveitando a ocasião, vou mostrar um pouco da obra da escritora e ilustradora Lúcia Hiratsuka, que deve estar "toda prosa", pois cinco títulos seus estão no catálogo brasileiro da Feira do Livro de Bolonha 2012. Com seus personagens orientais, desenhos em aquarela, de traços delicados, e um constante fundo claro, luminoso, a ilustradora vai construindo as suas histórias. Conheça os cinco títulos que fazem parte do catálogo.

A visita


Sinopse
Um ipê florido, uma capa iluminada, um menino que espia, um homem visitante. A narrativa visual de Lúcia Hiratsuka desvenda as ansiedades do menino-morador daqui, com curiosidades e expectativas sobre aquele que chega de lá.




Antes da chuva


Sinopse
A Global Editora lança Antes da Chuva, o segundo título da coleção Lia e Nico, criada pela ilustradora e escritora Lúcia Hiratsuka.
Segundo a autora, as histórias desta série são inspiradas nas brincadeiras e descobertas de sua infância passada em um sítio. Neste segundo livro, as crianças Lia e Nico, atraídas pelo latido do cãozinho Mamona, vão até a varanda da casa e encontram uma enorme folha com alguma coisa escrita: um convite para uma festa onde eles teriam que chegar antes da chuva...
A ilustração, em grafite e aquarela, abusa do espaço amplo em branco que dá a luminosidade e a quietude próprias desses momentos mágicos.






Ladrão de ovos


Sinopse
Laura e seu irmão Carlinhos desejam muito ter os próprios bichos de estimação, já que os cavalos e a vaquinha são do pai; os burricos e a cabrita, do avô; as galinhas e aves, da mãe e da avó (e um pouquinho deles também). Os gatos, bem, estes são da casa... Por isso ficam muito contentes quando o pai chega com dois cachorros de presente. Tudo corre bem até que os ovos começam a sumir do quintal. Serão os moleques da vizinhança? Um gambá? Intrigados, os irmãos resolvem investigar. Qual não é a surpresa ao descobrirem que o ladrão de ovos está entre eles. E agora, como lidar com a situação? 




O ogro e as galinhas


Sinopse
Essa coleção tem a ver com o meu quintal, num sítio, no interior de São Paulo. Ali eu cresci rabiscando sonhos no chão de terra. Vou juntando essas lembranças e criando histórias. Cuidei das galinhas, colhi frutas e verduras, brincadeiras e tarefas se misturavam. E o avô que aparece aqui é inteiramente inspirado em meu avô de verdade, que adorava inventar: Brincar era coisa séria para ele. Também brigávamos de vez em quando. Para ilustrar usei grafite, aquarela e pinceladas de sumiê (técnica japonesa). Fazendo esses livros, descubro que sou essa mistura - uma caipira com um toque oriental.





O noivo da Ratinha


Sinopse
A ratinha era linda. Casar-se com um simples ratinho? Os pais não queriam. Eles queriam um noivo muito importante, o mais poderoso do Mundo. Mas quem seria esse ser tão poderoso? Você vai conhecer uma fábula japonesa, em estrutura de lenga-lenga, e se divertir bastante nessa busca de um noivo ideal para a bela ratinha.




Imagens disponíveis no blog da autora.

Confira:



Feira do Livro de Bolonha

Há mais de um mês recebi o catálogo da Feira do Livro Infantil de Bolonha, mas só agora consegui escrever sobre o evento. Uma delícia olhar o catálogo brasileiro e identificar várias obras já conhecidas - e outras tantas ainda por explorar!




domingo, 25 de março de 2012

A menina e o vestido de sonhos

Retribuindo a visita de Cristina Sá, descobri esta linda história, escrita e ilustrada por Alexandre Rampazo e publicada pela Larousse Júnior. Nonsense, realismo fantástico e mundo onírico são elementos que compõem a obra poética, de acordo com o autor. Confira imagens do livro, retiradas do blog de Rampazo.









Mais:

sábado, 24 de março de 2012

O cabelo de Lelê

Ainda na leitura de Literatura Infantil: políticas e concepções, fui apresentada à Lelê, uma gracinha de menina, que, aos poucos, vai entendendo a origem de suas madeixas e atribuindo valor ao seu lindo cabelo. A história O cabelo de Lelê é uma narrativa verbo-visual que valoriza a cultura afro-brasileira de forma artística e humanizadora, sem ser moralizante. Escrito por Valéria Barros Belém e ilustrado por Adriana Mendonça, o livro, publicado pela Companhia Editora Nacional, também faz parte do acervo do PNBE/2008, disponível nas escolas públicas.






Imagens disponíveis originalmente aqui.

Tarde de inverno

Lendo o livro Literatura Infantil: políticas e concepções, conheci a história Tarde de inverno, um delicado e profundo texto poético, acompanhado de uma narrativa visual emocionante. Escrito por Jorge Luján e ilustrado por Mandana Sadat, foi editado no Brasil pela Comboio de Corda, com tradução de Fabio Weintraub. O título faz parte do acervo de Educação Infantil do PNBE/2008, disponível, portanto, em diversas escolas públicas do país. A capa da edição em Português, porém, não encontrei na internet. Compartilho, então, imagens do site do escritor e texto da obra em Espanhol, que encontrei no blog la doble vie de veronique


"Juega mi dedo en el vidrio empañado y dibuja una luna y dentro de ella a mi madre que viene por la calle y cabe justo en el dibujo que voy agrandando a medida que se va acercando hasta darme este abrazo que cabe exactamente detrás del vidrio del portarretrato."









Mais:

quinta-feira, 22 de março de 2012

História visual

Às vezes o acaso nos presenteia com deliciosas descobertas... Hoje, procurando às pressas um livro para trabalhar com um aluno, chegou às minhas mãos o título Pula, Gato, de Marilda Castanha. Com uma narrativa visual, a autora e ilustradora conta a comovente história de uma menina, que visita uma galeria de arte, e de um gatinho, que vive solitário em sua tela. A obra faz parte do acervo do PNBE/2010, que é distribuído às escolas públicas.






Sinopse
Em visita a uma galeria com quadros de artistas brasileiros, uma garota é surpreendida pelo gato da tela que há pouco admirara. Uma história inteligente, que retrata com criatividade e sensibilidade a interação do artista e seu público. Neste livro, feito apenas com imagens, Marilda Castanha faz uma releitura de obras de artistas que admira, como Tarsila do Amaral, Amilcar de Castro, Candido Portinari e Oswaldo Goeldi.

Pesquisando, descobri que a ilustradora também criou a história Pula, Preguiça. Desta vez, a menina visita um museu de história natural.



Sinopse
Um passeio a um museu de história natural se transforma em uma aventura pré-histórica quando uma menina se depara com o esqueleto de uma preguiça-gigante. Esta história, contada apenas por imagens, explora com imaginação o universo dos museus e suas coleções de objetos de outros tempos.

Mais:

domingo, 18 de março de 2012

A Princesa e o Sapo

O clássico dos contos de fadas dos Irmãos Grimm em algumas versões...

Os livros

Autor e ilustrador: Will Eisner
Tradução: Carlos Sussekind

Era uma vez um príncipe que foi enfeitiçado por uma velha corcunda e virou sapo, sendo então obrigado a deixar o castelo onde morava. Em busca de uma residência mais adequada à sua nova condição, acabou se estabelecendo no poço de um outro castelo, junto ao qual uma princesinha costumava brincar com sua bola de ouro. Um dia ela deixou a bola cair dentro do poço e o sapo se ofereceu para tirá-la de lá; em troca, a princesa teria de beijá-lo. Ela disse que aceitava e a história tem final feliz, como se sabe.
Mas o caminho até ele não chega a ser cor-de-rosa, pois Will Eisner transforma esse conto de fadas num pequeno estudo da ironia. A graça maior de seus personagens talvez esteja no pragmatismo com que enfrentam as situações. A princesa, por exemplo, só dá um beijinho no sapo depois de muita repugnância, e ainda assim revela um prudente ceticismo ao vê-lo adquirir a forma humana: "Pode ser outro passe de mágica... E se você virar um cachorro ou um gato?". Eisner consegue criar uma versão realmente nova para uma história que vem sendo contada há séculos.


Ilustrações: Mariana Massarani
Editora: Brinque-Book

Princesas, filas de pretendentes e sapos fazem parte do imaginário popular. Usando tais personagens, Márcio Vassallo nos conta a história A Princesa Tiana e o Sapo Gazé com uma linguagem moderna, entremeada por trechos hilários, até o clímax final: o beijo. Após o beijo, a criatividade do autor nos surpreende com um final encantador. As ilustrações de Mariana Massarani enfatizam a graça do texto e nos divertem a cada página.


O filme


Tiana é uma jovem afro-americana que vive em um encantador bairro francês na lendária cidade de Nova Orleans, berço do jazz. Do coração dos místicos pântanos da Louisiana e às margens do poderoso rio Mississippi chega uma história de amor inesquecível, com a participação de um cocrodilo cantor, com toques de vudu e os encantos da cultura Cajun.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...